29 fev 2016

Como se preparar para a gravidez

Por Dra. Marcia Maria Dias

Você e seu companheiro resolveram que querem ter um bebê. Quais são os primeiros passos para realizar esse desejo?

20160229_Como_se_preparar_para_a_gravidez

Bem, vamos lembrar que a gestação se desenvolve no corpo da mulher. Assim, é de fundamental importância que sua saúde esteja na melhor fase! Acontece que existem doenças silenciosas, que não dão sintomas, mas que podem comprometer os resultados da gravidez. Há também doenças crônicas que já são conhecidas e estão em tratamento. Assim, o primeiro passo é marcar uma consulta no seu médico(a) de confiança, para fazer o que se chama de consulta pré-gestacional.

Consulta pré-gestacional e vacinas

É nessa consulta que o médico(a) obstetra vai colher todas as informações importantes sobre sua saúde (que doenças já teve ou tem, tratamentos a que já se submeteu, medicamentos que está utilizando, se já engravidou outras vezes e o desfecho de cada gestação, tipo de parto, regularidade do ciclo menstrual, calendário de vacinas, etc). Também é praxe, nesta consulta fazer um exame físico completo, no qual o médico(a) conhece o seu corpo, particularmente os órgãos do aparelho reprodutor.

Exames laboratoriais e ácido fólico

Após isso, vêm os exames de laboratório que vão verificar se está tudo em ordem no seu organismo e, para quais doenças infecciosas você já possui anticorpos.

Com os resultados desses exames, se houver algum problema de saúde, deve-se fazer seu tratamento, antes e/ou durante a gravidez. Para as doenças que já estão em tratamento, verificar se os medicamentos podem afetar o bebê e fazer as adaptações que forem necessárias e possíveis. Também, neste momento, você receberá uma prescrição de ácido fólico, para prevenir as malformações do sistema neurológicos do bebê.

Bandeira verde

Estando tudo preparado, bandeira verde! Vocês podem começar a tentar. Algumas dicas:

  • Ficar grávida, geralmente, é uma coisa muito natural. Assim, não se deve adotar nenhum método científico como calcular período fértil, medir temperatura basal, adotar posições diferentes durante o sexo, etc. Deixe a coisa acontecer, apenas não evite a gravidez. Assim vai ficar mais fácil e prazeroso para o casal.
  • Não se preocupe se demorar um pouco para engravidar. É normal uma demora de até 18 meses. Muita ansiedade pode até atrapalhar!
  • Desde que o casal começa a tentar, a mulher já deve se comportar como uma gestante quanto à ingestão de medicamentos, tratamentos em geral, irradiações e exposições a agentes tóxicos. Afinal, só ficamos sabendo da gestação quando há um atraso menstrual.

Deixe um comentário